Métodos alternativos para a avaliação de segurança de novas formulações oftalmológicas

Métodos alternativos para a avaliação de segurança de novas formulações oftalmológicas

Sticky
Dec 20, 2015
Comments Off on Métodos alternativos para a avaliação de segurança de novas formulações oftalmológicas

O processo de irritação ocular é  altamente complexo e envolve a alteração de diversos processos celulares, morfológicos e moleculares. Porém, existe uma estratégia na qual são utilizados um conjunto de métodos in vitro (BCOP, HET-CAM, Citotoxicidade pelo método de vermelho neutro) que fornecem subsídios necessários para a demonstração de risco de uma determinada substância causar irritação ocular.

  1. Avaliação de irritação ocular pelo método de HET-CAM (ICCVAM, 2010)

Os “endpoints” utilizados em teste de HET-CAM são: a) hemorragia b) lise (ruptura dos vasos) c) coagulação. Para cada “endpoint” são realizadas medidas (tempo de desenvolvimento) as quais são utilizadas para determinação do IS (“Irritation Score”) e classificação da substância teste. Substâncias que apresentam valores de IS≥9 são consideradas como irritantes severas.

  1. Avaliação de irritação/corrosividade ocular pelo método de BCOP (OECD 437)

Neste método, os danos pela substância são avaliados por medições quantitativas de mudanças na opacidade e permeabilidade da córnea. Ambas as medidas são utilizadas para calcular o grau de irritação (IVIS – In Vitro Irritation Score) e atribuir uma classificação in vitro de irritação ocular.

  1. Avaliação de citotoxicidade (OECD 129)

O teste de citotoxicidade é conduzido de acordo com o guia 129 da OECD, 20101. A concentração da substância teste que induz inibição de 50% do crescimento celular (IC50) é utilizada para classificação da citotoxicidade relativa do composto teste. Resultados de testes demostram que os métodos de BCOP, HET-CAM e citotoxicidade são ferramentas fundamentais para avaliação de segurança, screening e desenvolvimento de novos produtos oftalmológicos.

REFERÊNCIAS
  1. Guidance document on using cytotoxicity tests to estimate starting doses for acute oral systematic toxicity tests. OECD Environment, Helth And Safety Publications Series on Testing and Assessment N° 129. ENV/JM/MONO (2010).
  2. Test No. 437: Bovine Corneal Opacity and Permeability Test Method for Identifying Ocular Corrosives and Severe Irritants, OECD Guidelines for the Testing of Chemicals, Section 4, OECD Publishing. (2009).
  3. ICCVAM-Recommended Test Method Protocol: HET-CAM (2010). NIH Publication No. 10-7553 (2010).

Comments are closed.